Litoral Paulista Verão 2021 : Prefeitura de Ubatuba proíbe acesso a praias e pede para turistas evitar a cidade

Temporada Verão 2021 - Praia Fechada - temporadaverao.com
Temporada Verão 2021 – Praia Fechada – temporadaverao.com

Temporada Verão

Litoral Paulista Verão 2021 : Prefeitura de Ubatuba proíbe acesso a praias e pede para turistas evitar a cidade

 De 6 a 19 de março, a instalação de cadeiras, guarda-sol, tendas e similares na faixa de areia e calçadão está proibida conforme o decreto n. 7579/2021. O acesso só será permitido para as práticas esportivas individuais.

A Prefeitura de Ubatuba proibiu no sábado (06.03) o acesso às praias na fase vermelha do Plano São Paulo. Nas redes sociais, a prefeita Flavia Pascoal (PL) fez um apelo para que turistas evitem visitar à cidade no período. “Temos a necessidade de dizer para as pessoas dos outros municípios que não venham para Ubatuba nesse momento. Nós vamos colocar as barreiras sanitárias e fiscalizar as praias”, escreveu.

A principal medida é a proibição de acesso às praias, exceto para prática esportivas individuais. O texto diz que são proibidas as instalações de cadeiras, guarda-sol, tendas e similares na faixa de areia e calçadão. A gestão informou ainda que vai instalar barreiras sanitárias nas entradas e intensificar a fiscalização nas praias.

O documento liberou o funcionamento de hotéis e pousadas, mas restrito para estadia de profissionais prestadores de serviço na cidade e acompanhantes de familiares em tratamento médico. Além disso, também considera como essencial as atividades de salões de beleza e academias, diferente do que é previsto no Plano SP.

Os restaurantes podem operar com retirada em balcão ou drive-thru até às 20h e delivery até às 23h59. Além disso, o decreto também determina a proibição de venda de bebidas alcoólicas durante o período do toque de restrição de circulação, entre 20h e 6h.

Outras ações para conter a vinda de turistas e veranistas incluem a suspensão de emissão de senhas de acesso de vans e ônibus de turismo e das senhas já emitidas (que poderão ser remarcadas para outra data) e a montagem de barreiras sanitárias orientativas no acesso à cidade.